EMPREENDEDORISMO

Projetos nas áreas de sustentabilidade e saúde vencem Jornada de Empreendedorismo de Join.Valle

30/06/2022 17:00:00

Projetos nas áreas de sustentabilidade e saúde vencem Jornada de Empreendedorismo de Join.Valle

A oitava edição da Jornada de Empreendedorismo, Desenvolvimento e Inovação (JEDI), chegou ao fim no último domingo (26).

Foram quatro semanas de workshops, treinamentos e mentorias em Joinville. 

Entre as 19 equipes que participaram em busca da geração de novos negócios, seis tiveram os projetos totalmente aprovados e terão acesso a benefícios como pré-incubação gratuita e espaço para coworking. 

Além disso, as duas vencedoras, Papp Healthtech e Follow Compound, levaram R$10 mil cada para desenvolverem suas soluções e escalarem seus negócios.

Formada por alunos do curso de Engenharia Mecânica da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), a Papp Healthtech propõe uma solução para reduzir o tempo de espera para marcação de consultas médicas, visando evitar o problema de superlotação em emergências hospitalares. 

Já a Follow Compound se propõe a criar alternativas de destinação para o lodo da ETA — resíduo produzido durante o processo de tratamento da água de mananciais pelas companhias de saneamento básico. 

A ideia é que ele deixe de ser destinado a aterros sanitários industriais, como acontece hoje, e passe a ser inserido na cadeia produtiva da construção civil. 

Além das duas equipes, outros quatro projetos tiveram seus pitchs aprovados sem ressalvas pela banca de jurados, composta por empreendedores, executivos, referências em pesquisa e desenvolvimento, representantes de aceleradoras e investidores. 

Foram eles: 

  • Receba Fácil, que busca resolver o problema de indisponibilidade das pessoas para receber produtos comprados online.
  • DLA, que tem como objetivo evitar o excesso de paradas em uma linha de produção por paradas nos equipamentos.
  • Starports, projeto do Porto de Itapoá para solucionar a gestão da movimentação de carga em terminais portuários.
  • TrackMeal, que foca no desperdício de alimentos na indústria de refeições coletivas.

 As equipes foram avaliadas de acordo com o problema, solução proposta, modelo de negócio, diferencial, mercado, escalabilidade, concorrência e time. 

Criada em 2019, a jornada já teve sete edições, mais de 500 participantes e 70 mentores, ajudando a formar mais de 30 startups em Joinville, como a DBM Eletrotech e a InvestCode.

A próxima edição está prevista para acontecer entre setembro e outubro.

Dionei Domingos, diretor presidente do Join.Valle, movimento que atua na consolidação do ecossistema de inovação de Joinville e é responsável pela organização do JEDI, comenta:

“O JEDI foi desenvolvido com o propósito de consolidar uma nova metodologia para desenvolvimento e validação de startups. Ao longo de quase um mês, as equipes são formadas, passam pela capacitação e desenvolvimento dos projetos, seguem com a prototipagem e vão a campo validar o modelo e buscar clientes. Ao final, os resultados são consolidados e apresentados em um pitch”.

"Um dos diferenciais da jornada é o fato de ela ter sido construída a várias mãos pelo ecossistema da região. Dessa forma, os participantes têm acesso a uma rede especializada de mentores e fazem networking com empresas, investidores e universidades, o que os ajuda a enxergar novas formas de desenvolver produtos e serviços e potencializa os resultados do programa”. 





Pinhalzinho, Jovem Programador e a economia criativa

Artigo de Carlos José Pereira, Diretor do Seprosc - Sindicato das Empresas de TI do Estado de SC