PREMIAÇÕES

Processo de inovação da Tupy é premiado pela Fapesc

01/07/2022 13:00:00

Processo de inovação da Tupy é premiado pela Fapesc
Fábio Caramori, gerente de Inovação e Desenvolvimento de Novos Negócios da Tupy (ao centro), com Yris Fregulhia de Campos, trainee da Tupy; e Fábio Zabot Holthausen, presidente da Fapesc

A Tupy foi vencedora do Prêmio Inovação Catarinense Professor Caspar Erich Stemmer na categoria Serviço ou Processo. 

A conquista foi anunciada nesta semana, em Florianópolis. 

O processo de inovação da Tupy, premiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) foi estruturado partindo de dois elementos fundamentais: o processo em si e as pessoas.

Dentro da plataforma de inovação Labs estão a ShiftT, aceleradora de startups da Tupy, o Portal de Inovação Aberta, iniciativas de novos negócios, intraempreendedorismo, melhorias operacionais e todas as demais ações que estimulem o ecossistema e habilitem a Companhia, seus colaboradores e parceiros a serem cada vez mais inovadores.

O PRÊMIO

O prêmio tem o objetivo de incentivar e reconhecer os esforços bem-sucedidos de gestão da Ciência, Tecnologia e Inovação que auxiliam no desenvolvimento dos ecossistemas de empreendedorismo inovador no Estado.

A Fapesc é responsável por sua organização. 

O prêmio está dividido em 10 categorias: Agente de Inovação; Pesquisador(a) Inovador(a); Estudante Universitário Inovador; Professor(a) Inovador(a); Jovem Estudante Inovador; ICT Inovadora; Inovação em Produto; Inovação em Serviço ou Processo; Inovação de Impacto Socioambiental; e Governo Inovador.

O gerente de Inovação e Desenvolvimento de Novos Negócios da Tupy, Fábio Caramori, explica:

“Há mais de 80 anos, a Tupy responde de forma inovadora aos desafios do mercado. Implantar uma plataforma de inovação é uma forma de contemplar todos os processos e ferramentas adequadas para gerar valor a partir do encontro de competências diversas”. 

"Afinal, as grandes inovações não são oriundas de voos solo, mas, sim da participação de todo o ecossistema, que é o que propõe o Labs.”





Pinhalzinho, Jovem Programador e a economia criativa

Artigo de Carlos José Pereira, Diretor do Seprosc - Sindicato das Empresas de TI do Estado de SC