Carreiras | Publicado em: 16/05/2017 10:46:00

Um estudo divulgado pelo escritório brasileiro do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) divulgou o ranking de desigualdade salarial entre gêneros.

Santa Catarina está no topo da lista.

As catarinenses estudam, em média, 10 anos a mais que os homens. Mesmo assim, têm renda 28% menor. 

O estado com menor desigualdade é o Piauí, onde a diferença é de 9,1%.

A pesquisa também levou em conta a diferença de renda nos lares.

O estudo revelou que as mulheres trabalham 7,5 horas semanais a mais que os homens por conciliarem o trabalho remunerado aos serviços domésticos. 

Veja o ranking dos dez estados com maior desigualdade de salários entre gêneros:

  1. Santa Catarina, 28%

  2. Goiás, 27,6%

  3. Paraná, 27,4%

  4. Mato Grosso do Sul, 27,3%

  5. Mato Grosso, 26,4%

  6. Rondônia, 26,3%

  7. São Paulo, 25,3%

  8. Espírito Santo, 25,2%

  9. Minas Gerais, 25,2%

  10. Rio  Grande do Sul, 24,1%




Sandro Sambaqui assume gerência geral da ArcelorMittal Vega


Actus Auditores contrata Coordenador de Auditoria Fiscal


Furb oficializa convênio de dupla diplomação na pós graduação


Inscrições abertas para cursos de graduação no IFSC

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |