Indústria | Publicado em: 11/09/2017 12:45:00

O Veleiro ECO​, embarcação de pesquisa construído pela UFSC, já​ está na água. Mas, antes de ser colocado ao mar a embarcação cruzou as ruas de Florianópolis sobre uma carreta especial. Operação necessária para levar o Veleiro do Sapiens Parque, onde foi construído, até o Estaleiro Schaefer, no Estreito.

Na manhã de 06/09 a embarcação foi retirada da carreta e, por volta das 9h20, colocada pela primeira vez no mar. 

Um momento aguardado por cinco anos, desde o começo da construção em 2012.

Uma hora depois do primeiro contato com a água o Veleiro ECO saiu do Estaleiro Schaefer em direção à Marina de Biguaçu onde deve ficar até 30 de setembro para instalação do mastro e ajustes finais. Na sequência, parte para a Marina de Itajaí para no dia 03 de outubro ser batizado e lançado oficialmente.

O Veleiro ECO é o primeiro veleiro de expedições e pesquisas oceanográficas do Brasil e também o primeiro e único projetado e construído por uma Universidade, a Federal de Santa Catarina.

O projeto tem como principal objetivo aprimorar e expandir as pesquisas oceanográficas do país com expedições em várias regiões brasileiras, incluindo estudos sobre as mudanças climáticas do oceano, lixo marinho, monitoramento e apoio à exploração sustentável da biodiversidade e contribuições para a preservação da chamada Amazônia Azul.   

Para isso tem capacidade para que as primeiras análises sejam realizadas a bordo com uma equipe de pesquisadores de universidades nacionais e internacionais, das áreas de Oceanografia, Biologia, Ecologia e Engenharia.

Com 60 pés e 5,3m de largura, é feito de alumínio naval  – 5083 H116, soldado com tecnologia TIG e MIG de última geração, sendo grande parte por métodos automáticos. Pode hospedar comodamente até dez pessoas, entre pesquisadores e tripulantes.

Possui características de segurança e navegabilidade, permitindo expedições científicas de grande porte, incluindo as polares, particularmente a Antártica. A quilha retrátil permite a navegação em águas rasas de mangues e estuários de rios, áreas poucos exploradas pelas ciências nacional e internacional.

O projeto, concebido e coordenado pelo professor Orestes Alarcon, tem recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

 

PRÓXIMAS ETAPAS:

​Até 29 de setembro – Marina de Biguaçu para colocação de mastro e ajustes finais.

30 de setembro – segue para Marina de Itajaí.

02 de outubro – Veleiro é protagonista de Encontro sobre Lixo Marinho na Marina de Itajaí.

03 de outubro – Batismo e lançamento oficial do Veleiro com a presença de autoridades.

Início de novembro (data a confirmar) – parte para a primeira expedição em São Pedro e São Paulo e Trindade.




Grupo Eliane participa da Cersaie 2017. Meta é ampliar exportação
Fornos Jung desenvolve forno para cremação de animais
Intermach terá rodada de negócios com alemães
Embraco lança novas soluções para refrigeração
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |