Tecnologia | Publicado em: 23/03/2017 12:45:00

Uma das primeiras cidades a utilizar a tecnologia para a gestão pública desenvolvida pela IPM Sistemas migrou do desktop para a cloud computing. Benedito Novo, cidade catarinense da região do Vale do Itajaí, optou por melhorar a disponibilidade de informações, a rapidez e a mobilidade para os usuários, sejam os servidores do município ou os cidadãos.

O processo foi concluído neste mês de março e os avanços já foram percebidos.

Ao adotar a computação em nuvem, a cidade deixa de depender de uma estrutura de Tecnologia da Informação (TI) física, que requeria computadores ligados 24 horas por dia e manutenção constante, geralmente instalados e mantidos na própria sede da Prefeitura. Agora, todos os dados são armazenados em um datacenter e compartilhados com todos os órgãos da administração municipal, podendo ser acessados a qualquer momento e de qualquer lugar com acesso à internet.

Os módulos oferecidos são os mesmos com os quais os servidores públicos já estavam acostumados: Contabilidade, Suprimentos, Recursos Humanos (RH), Tributação e os portais da Transparência e do Cidadão.

Apesar de já estarem familiarizados com a dinâmica de funcionamento, foram capacitados para operar no ambiente cloud, em que as operações são gravadas automaticamente e em tempo real, e para conhecer o layout das aplicações, que ficou mais moderno.

“O sistema é muito leve, não apresenta nenhuma dificuldade de trabalho. Eu consigo acessar até da minha casa, onde a qualidade da conexão é bem ruim, tranquilamente. É muito melhor que o desktop”, diz a contadora da Prefeitura de Benedito Novo, Rose Mengarda.

Além dela, qualquer contribuinte consegue acessar o Portal do Cidadão da própria residência e usar a tecnologia para resolver diversas questões com a administração municipal. Os principais são relacionados à arrecadação de tributos e a emissão de alvarás e licenças, como o Imposto Sobre Serviços (ISS) e a Taxa de Licença e Localização (TLL).

A agente administrativa da Prefeitura, Mariza Pasquali, diz que os microempreendedores individuais (MEIs) e autônomos já estão começando a usar a solução para emitir notas fiscais eletrônicas (NFS-e), o que antes precisava ser feito no setor de protocolo ou manualmente. “Acreditamos que até a arrecadação vai aumentar, porque muitos dos que têm débitos não vêm a Prefeitura por receio de que cobrem as dívidas e até por constrangimento. Assim, cada um emite as guias do que deve, mais discretamente”, avalia.

A migração do sistema para a nuvem é um processo simples, acompanhado por técnicos da IPM, e que representa redução dos custos de TI para os clientes, que deixam de gastar com manutenção e infraestrutura, podendo investir nas áreas-fim da gestão, como saúde, educação e planejamento urbano.


Linha Direta

IPM
(48) 3031-7500
www.ipm.com.br


Endeavor busca empreendedores na área de saúde para programa de aceleração


Teclógica lança nova versão de solução para comunicação corporativa


Santa Catarina será o primeiro estado a receber o programa Internet para Todos


Engineering Brasil integra projeto Ítalo-Brasileiro de inovação tecnológica

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |