Tecnologia | Publicado em: 23/03/2017 12:45:00

Uma das primeiras cidades a utilizar a tecnologia para a gestão pública desenvolvida pela IPM Sistemas migrou do desktop para a cloud computing. Benedito Novo, cidade catarinense da região do Vale do Itajaí, optou por melhorar a disponibilidade de informações, a rapidez e a mobilidade para os usuários, sejam os servidores do município ou os cidadãos.

O processo foi concluído neste mês de março e os avanços já foram percebidos.

Ao adotar a computação em nuvem, a cidade deixa de depender de uma estrutura de Tecnologia da Informação (TI) física, que requeria computadores ligados 24 horas por dia e manutenção constante, geralmente instalados e mantidos na própria sede da Prefeitura. Agora, todos os dados são armazenados em um datacenter e compartilhados com todos os órgãos da administração municipal, podendo ser acessados a qualquer momento e de qualquer lugar com acesso à internet.

Os módulos oferecidos são os mesmos com os quais os servidores públicos já estavam acostumados: Contabilidade, Suprimentos, Recursos Humanos (RH), Tributação e os portais da Transparência e do Cidadão.

Apesar de já estarem familiarizados com a dinâmica de funcionamento, foram capacitados para operar no ambiente cloud, em que as operações são gravadas automaticamente e em tempo real, e para conhecer o layout das aplicações, que ficou mais moderno.

“O sistema é muito leve, não apresenta nenhuma dificuldade de trabalho. Eu consigo acessar até da minha casa, onde a qualidade da conexão é bem ruim, tranquilamente. É muito melhor que o desktop”, diz a contadora da Prefeitura de Benedito Novo, Rose Mengarda.

Além dela, qualquer contribuinte consegue acessar o Portal do Cidadão da própria residência e usar a tecnologia para resolver diversas questões com a administração municipal. Os principais são relacionados à arrecadação de tributos e a emissão de alvarás e licenças, como o Imposto Sobre Serviços (ISS) e a Taxa de Licença e Localização (TLL).

A agente administrativa da Prefeitura, Mariza Pasquali, diz que os microempreendedores individuais (MEIs) e autônomos já estão começando a usar a solução para emitir notas fiscais eletrônicas (NFS-e), o que antes precisava ser feito no setor de protocolo ou manualmente. “Acreditamos que até a arrecadação vai aumentar, porque muitos dos que têm débitos não vêm a Prefeitura por receio de que cobrem as dívidas e até por constrangimento. Assim, cada um emite as guias do que deve, mais discretamente”, avalia.

A migração do sistema para a nuvem é um processo simples, acompanhado por técnicos da IPM, e que representa redução dos custos de TI para os clientes, que deixam de gastar com manutenção e infraestrutura, podendo investir nas áreas-fim da gestão, como saúde, educação e planejamento urbano.


Linha Direta

IPM
(48) 3031-7500
www.ipm.com.br


HBSIS lança soluções para roteirização e gestão de frotas no Agenda Confenar 2017
Novas tecnologias para o mercado de provedores contribuem para o aumento da receita e melhoram a experiência dos usuários
Estudante de Florianópolis cria aplicativo para escolas de Palhoça
Blumenau recebe Lemonade Experience, parque que propõe experiências tecnológicas
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado



Patrocinado


Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |